7 dicas para proteger sua privacidade no Facebook

O Facebook atingiu, em 4 de outubro de 2012, a marca de 1 bilhão de usuários ativos e cadastrados em seu sistema. Isso leva a crer que 1 a cada 7 pessoas no mundo está presente nessa rede. Um fenômeno social sem precedentes.

Somente na América do Sul, segundo levantamento do Social Bakers, aproximadamente 34% da população continental está curtindo ou compartilhando algum conteúdo com seus amigos. No Brasil, são cerca de 66 milhões de usuários cadastrados na rede social de Zuckerberg.

Em meio a esse oceano digital, esconder-se é cada vez mais difícil. Mesmo porque isso contraria, em princípio, a razão de ser do próprio Facebook: a exposição. Quem assistiu ao filme “A Rede Social”, que conta a suposta história por trás da criação do Facebook, deve se lembrar da cena em que os atores reunem-se no quarto de Zuckerberg e o vêem criar uma página com fotos de estudantes de universidades americanas, às quais os usuários deveriam comparar e avaliar atribuitos, fazendo uma escolha por sua “preferência”. Era o Facemash. Foi ali que Zuckerberg percebeu que a curiosidade das pessoas umas sobre as outras, aliada ao desejo de autoexposição, poderia ser explorada em uma nova ideia. Nasceu então o embrião do Facebook.

Hoje, um negócio bilionário. Um serviço gratuito que fatura justamente sobre a boa-fé das pessoas em entregar, de mãos beijadas, aos donos do Facebook, algumas de suas mais valiosas informações pessoais: nome, parentesco, relacionamento social, profissional, amoroso, preferências pessoais, inclinação religiosa, tudo pode ser captado pelo simples cadastro e uso do Facebook.

Mas tudo isso tem um preço e o Facebook se declara isento dele: a superexposição. A rede social tem plena consciência de suas responsabilidades sobre a posse das informações pessoais de seus usuários. Para se eximir de qualquer problema, ela criou mecanismos de proteção à privacidade no próprio sistema e remeteu ao usuário a responsabildiade sobre seu uso.

Será que todo mundo sabe bem como usar esses recursos? Se não, seus problemas acabaram! 🙂

Apresentamos aqui 7 dicas valiosas para vocês proteger e resguardar sua intimidade no Facebook.

À medida que formos publicando as dicas, vamos atualizar esta página com os banires respectivos. Se preferir, favorite esta página em seu navegador.

Espero que gostem!

7 dicas para proteger sua privacidade no facebook

  1. Protegendo suas informações pessoais.
  2. Ocultando informações sobre relacionamento afetivo e de parentesco.
  3. Escondendo sua listagem de amigos no Facebook de curiosos.
  4. Controlando quem pode ver suas publicações e de terceiros no seu mural.
  5. Definindo quem pode procurar (e achar) você no facebook (e fora dele).
  6. Cuidando da privacidade de sua linha do tempo e de marcações.
  7. Fotos, videos, check in e atividades no seu mural: como proteger?

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s